Escola implanta com sucesso Ensino Fundamental Integral em União dos Palmares

Uma das dez unidades da rede pública estadual contempladas com o Ensino Fundamental Integral, a Escola Estadual Paulo de Castro Sarmento, em União dos Palmares, comemora a implantação da modalidade. Dos quase 500 alunos da unidade, mais de 60 estão no 6º ano do Ensino Integral. A cada dia, a modalidade conquista profissionais, pais e alunos.

A unidade conta com estrutura física de qualidade e adequada à proposta do ensino integral, que é acolher e desenvolver conhecimentos, habilidade e atitudes aos seus alunos durante as dez horas que permanecem na unidade.

E a gestão e equipe pedagógica da Paulo Sarmento estão mostrando seus potenciais com projetos integradores que falam sobre a água e o lixo e seus impactos na sociedade, além de eletivas nas diversas áreas. Em ciências, cuidado com a horta e jardim; na educação física, esportes como futsal e queimado; e nas artes, o teatro e música, com a construção de uma pequena banda a partir materiais reciclados.

“Buscamos sempre mantê-los motivados, e sabemos que essa adaptação é uma conquista diária: projetos, estudos, alimentação, estrutura. O Palei é especial, diferenciado”, diz a gestora geral Luciene Santos.

“Ficamos felizes por termos sido selecionados e temos tido todo o suporte para atender à modalidade, que tem ótima aceitação dos alunos e dos pais, com os quais mantemos contato. Nossa equipe interna também abraçou a causa com muito comprometimento”, afirma o seu adjunto, Sidney Santana da Silva.

Um dos diferenciais da escola tem sido a parceria constante com pais para esse momento de adaptação. E, nesse sentido, existe um trabalho diferenciado feito por meio dos DOT (Docentes Orientadores de Turma). Dentre eles, o de Nivalda Pereira. “Estamos fazendo a terceira reunião com os pais desde o início do ano letivo, informando-os sobre todas as ações. O resultado está sendo muito bom, pois os meninos saíram da ociosidade. Estamos amando e eles também”, declara Nivalda.

Aprovação

Pais e alunos estão “amando” a nova experiência e listam os benefícios conquistados até então. E a procura por uma vaga cresce a cada dia. “No início houve resistência, por não conhecer a proposta, mas depois a aceitação foi tanta que hoje a procura é maior que as vagas”, afirma a coordenadora pedagógica, Gracenilda da Silva.

“É melhor do que a escola onde estudava, que era um só horário. Gosto da aula de inglês e da banda”, declara o estudante Ednaldo Gomes. Sua colega Maria Clara dos Santos pensa do mesmo jeito. “É a primeira vez que estudo o dia inteiro e estou gostando muito”, afirma a garota, que toca pandeiro na banda com instrumentos reciclados.

A estudante Clara Maisa e a sua mãe, Maria Melo, também apontam os benefícios da modalidade. “É diferente da escola onde eu estudava, que não tinha informática. Também participo do projeto lixo, que ensina que não pode jogar lixo em lugares errados, e também da horta”, avalia a colega Clara Maisa.

“Achei que ela não iria se adaptar, mas estamos gostando tanto que indico a todos. Tira a criança do celular, da TV, sempre com atividades. Pergunto o que teve no dia e ela responde: biblioteca, dança. E sem contar na segurança da escola, que eu também aprovo”, avalia Maria.

Região Beneficiada

De acordo com a gerente da 7ª Gerência Regional de Educação (Gere), Roseane Ferreira, a região possui mais três escolas de ensino integral, no Médio: Carlos Gomes, também em União, Padre Teofanes, em São José da Laje, e Benedita Maria Rufino, em Murici.

“É um diferencial. Sabia da aceitação pela experiência do Médio e acho necessário que este processo de adaptação já comece pelo Fundamental. A Paulo de Castro conta com excelente estrutura, segurança reforçada e é ideal para esta comunidade. Ficamos ainda mais felizes quando recebemos o sim imediato da direção e toda a equipe correspondeu. Esperamos ampliar a oferta no próximo ano”, comemora Roseane, que matriculou o sobrinho, Cesar, na Paulo Sarmento.

O garoto, por sinal, também não esconde o entusiasmo pela modalidade. “Passo a maior parte do meu tempo aqui, aprendendo tudo que meus professores me passam. Aqui é muito legal, temos aula de robótica, biblioteca, aula de artes, futsal. Eu participo das eletivas de jardim e música. Quero agradecer a todos os professores que estão nos ensinando. A escola é legal, é enorme e tem um ensino muito bom”, detalha, o estudante Cesar.

Ascom – 25/03/2019