Após depor a Sergio Moro, Lula discursa em ato político no centro de Curitiba

Ele se defendeu de acusações; ex-presidente é réu na Justiça Federal em processo sobre triplex em Guarujá.

Após depor ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de ato político na praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, na noite desta quarta-feira (10). Ele discursou por cerca de 20 minutos e se defendeu das acusações de corrupção.

Segundo a PM, 5 mil pessoas participaram do ato. Os organizadores estimaram o público em 50 mil.

Lula depôs por quase cinco horas na Justiça Federal do Paraná em processo sobre o triplex no Guarujá. Ele é réu na ação, atesta o G1.

No ato público, ele se defendeu dizendo não haver provas de que o triplex é dele. “Eu quero que alguém diga que o apartamento é meu”, afirmou. Disse ainda que prestaria quantos “depoimentos forem necessários”. “Se tem um brasileiro, se tem um ser humano, que está em busca da verdade sou eu.”

Além de Lula, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) também falou no ato.

Lula é acusado de receber R$ 3,7 milhões em propina da empreiteira OAS. Em troca, ela seria beneficiada em contratos com a Petrobras. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a OAS destinou ao ex-presidente um apartamento triplex, em Guarujá (SP), fez reformas neste mesmo imóvel e também pagou a guarda de bens de Lula em um depósito da transportadora Granero.

O MPF denunciou o ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em 14 de setembro 2016. Seis dias depois, a Justiça aceitou a denúncia, e Lula e outras sete pessoas viraram réus. Entre eles, estava a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro deste ano e teve as acusações arquivadas por Moro.

Desde que foi denunciado, Lula tem negado o recebimento de propinas e o favorecimento da OAS na Petrobras. A defesa diz que o MPF não tem provas que sustentem a denúncia.

 10/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *