Atentado em aeroporto na Turquia mata ao menos 28 e fere 60

atentadoaeroportoefe4

ISTAMBUL – Um ataque suicida que teve ainda trocas de tiros atingiu nesta terça-feira o terceiro mais movimentado aeroporto da Europa: o internacional Atatürk, em Istambul. As explosões, por volta das 22h (locais), mataram ao menos 28 pessoas e deixaram 60 feridos, levando mais uma vez o pânico a uma cidade que se viu alvo de seis atentados desde dezembro. Contas de Twitter ligadas ao Estado Islâmico reivindicaram o atentado, o que fontes policiais afirmaram desconfiarem que seja verdade.

As informações ainda são desencontradas, com o governador local apontando para a ação de até três terroristas. Algumas autoridades disseram que explosões foram causadas por homens-bomba no terminal de embarque, enquanto o ministro da Justiça turco, Bekir Bozdağ, indicou que houve invasão de um homem com um fuzil. Funcionários do governo relataram uma troca de tiros com policiais que terminou com terroristas se explodindo antes de chegarem a um setor de checagens na área de embarque internacional.

Algumas testemunhas afirmaram que suspeitos teriam jogado granadas contra o setor de raio-X de um terminal de embarque. A Turquia proíbe a difusão de informações sobre episódios de terrorismo por fontes independentes, em tempo real, e voltou a impôr restrições às redes sociais contra a divulgação de imagens do ataque.

Alguns vídeos mostram pessoas dentro e fora do aeroporto com expressão de terror durante as rajadas de tiros. Outras imagens mostraram vários policiais entrando no aeroporto, armados.

— Foi muito forte. Todo mundo entrou em pânico e começou a correr em todas as direções — disse um dos entrevistados à emissora CNN turca.

Testemunhas flagram malas abandonadas e cenários de caos no aeroporto Atatürk.

Voos de chegada e saída no aeroporto foram imediatamente suspensos após o ataque.

Site oglobo.com.br