Autor de atentando em Manchester ligou para mãe antes do ataque

Autor de atentando em Manchester ligou para mãe antes do ataque

O terrorista suicida líbio Salman Adebi, que explodiu uma bomba e matou 22 pessoas ao final de um show em Manchester, no Reino Unido, telefonou para sua mãe horas antes do ataque e disse: “me perdoe”. A informação foi revelada à imprensa britânica por uma fonte no governo da Líbia.

De acordo com o funcionário de segurança líbio, Abedi ligou para seu irmão mais novo, Hashem, em seu país de origem, e pediu a ele para chamar a mãe, Samia Tabbal, de 50 anos, que é uma cientista nuclear no país africano. De acordo com o “Daily Mail”, os detalhes sobre esse telefonema surgiram depois que Samia foi interrogada pela polícia de Tripoli, na Líbia, atesta o Extra.

“Ele estava dando adeus”, disse Ahmed bin Salem, porta-voz de uma força especial líbia envolvida na investigação sobre o atentado, ocorrido na saída de uma apresentação da cantora americana Ariana Grande.

Segundo informações, Samia Tabal disse às autoridades que seu filho deixou o Norte da Àfrica para o Reino Unido apenas quatro dias antes do atentado em Manchester. Sua versão sobre os fatos foi revelada depois que o pai de Salman Abedi, Ramadan, e o irmão adolescente do terrorista, Hashem, foram presos pelas autoridades em Trípoli.

Os pais do terrorista morto no ataque são líbios. Eles próprios chegaram a morar no Reino Unido, mas, segundo o governo do país, voltaram à Líbia em 2011, após a deposição do ditador Muammar al-Gaddafi, que comandava o país desde 1969.

26/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *