Bial inverte sofá em programa por problemas de audição

Apresentador agitou a web ao estrear o ‘Conversa com Bial’: ‘Chegou para ficar!’

Pedro Bial movimentou as redes sociais ao estrear o “Conversa com Bial”, na madrugada desta quarta-feira (3), substituindo o “Programa do Jô”, encerrado em dezembro após 16 anos no ar. No mesmo dia de sua estreia, o jornalista recebeu uma ligação de Fábio Porchat, da RecordTV, para lhe desejar boa sorte. Em seu primeiro dia, o novo talk show gravado na véspera recebeu a ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, e ganhou elogios. “Chegou para ficar. Parabéns, Bial!”, escreveu uma usuária do Twitter, segundo o Terra.

‘Fizeram muito bem em tirar o Bial do ‘BBB”, escreveu internauta

Outros telespectadores elogiaram a escolha das primeiras entrevistadas. “Bial homenageando as mulheres do Brasil com a ministra Carmen Lúcia e Fernanda Torres. Que feliz escolha! Não poderia começar melhor!”, exaltou um segundo “Excelente”, frisou um terceiro. “Estava com saudade de um bate-papo inteligente na madrugada. Bem vindo, Bial”, acrescentou outro. E houve quem citasse a substituição no “BBB17” do jornalista por Tiago Leifert, por ele aprovado. “Fizeram muito bem tira-lo. Ele fazia muito bem, claro, mas era um desperdício ele ali!”, opinou um internauta. Alguns telespectadores, no entanto, criticaram a atração. “Ver o Bial multiplica por dez a saudade do Jô”, disparou um. “É um ‘De Frente com Gabi’ piorado porque não tem a Marília Gabriela”, alfinetou outro citando a entrevistadora, que dias atrás deixou Fátima Bernardes sem graça na TV.

Meio surdo, Bial inverteu sofá de lugar

Ao contrário do que acontece nos programas de Tatá Werneck e Marcelo Adnet, por exemplo, o sofá do “Conversa com Bial” fica à direita da tela e não no lado esquerdo do vídeo. O motivo é que o entrevistador, recuperado de cirurgia cardíaca, perdeu parte da audição na cobertura jornalística da guerra civil da Iugoslávia na Bósnia, em 1994. “Caiu uma bomba perto de mim (há 20 metros dele) e eu perdi a capacidade de ouvir graves e agudos, não escuto tão bem desse lado. Então, eu pedi para inverter o cenário para que eu desse o ouvido esquerdo para o entrevistado. Senão, ia ficar me entortando para poder ouvir”, explicou durante o lançamento da atração. Com o novo programa, Bial vai embolsar cerca de R$ 4 milhões.

03/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *