Caso Eric Ferraz: acusado de matar modelo vai a júri popular na próxima quarta-feira

1325601458modelo

A comarca de Viçosa realiza na próxima quarta-feira, dia 09, o júri popular de Judarley Leite de Oliveira, acusado de ter assassinado o modelo Eric Ferraz e também pela tentativa de homicídio contra Érica Ferreira da Silva, em janeiro de 2012.

O crime aconteceu na madrugada do dia 1ºde janeiro de 2012, durante uma festa de Réveillon, realizada no município de Viçosa.

Segundo informações da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) “na quarta Judarley Leite, será julgado pelos crimes de tentativa de homicídio e homicídio qualificado pelo motivo torpe e com recurso que impossibilitou a defesa das vítimas”. O suspeito se encontra preso desde agosto de 2012, quando se entregou à polícia.

Já o réu Jaysley Leite de Oliveira, que também foi preso no mesmo ano, responde pelos atos em liberdade.

 “Ao menos em tese, verifica-se que o crime foi cometido com violência de modo que não foi dado qualquer chance de defesa a vítima, bem assim, não foi demonstrado nos autos motivos que justificassem a conduta do autor”, afirmou o juiz Luciano Andrade de Souza, responsável pela pronúncia do réu.

O crime

No dia 01 de janeiro de 2012, Eric Ferraz, que era natural de Marechal Deodoro, estava em uma festa de réveillon com a namorada, quando uma discussão entre ele e os irmãos Jaisley e Judarley Oliveira terminou no assassinato do modelo a tiros.

Na ocasião, testemunhas afirmaram que Judarley teria sido o autor dos disparos, utilizando a pistola do irmão. Ao ser preso, oito meses após o homicídio, Judarley inocentou o irmão, que já estava detido.

O caso gerou polêmica também devido a uma falha do Instituto Médico Legal (IML), que liberou o corpo de Eric para sepultamento sem a retirada das balas. Uma semana após o enterro, a justiça autorizou a exumação do corpo.

Ascom TJ/AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *