CNA realiza votação unânime a favor do Impeachment de Dilma Rousseff com participação de Alagoas

Confederação da Agricultura e Pecuária anunciou posicionamento em nota.
Entidade afirma que presidente não tem mais ‘autoridade política’

A CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil realizou nesta terça-feira (05/04/2016) uma reunião com a presença de todos os presidentes, diretores, produtores do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Federação da Agricultura e Pecuária do Brasil, sobre o Impeachment da Presidente Dilma Rousseff, depois de Diretores de entidades com apoio do governo PT como MST, Contag, fazerem discursos violentos em Brasília, incitando a violência, invasão de Terras privadas em todo o Brasil.

Alguns estados já tem números de invasões de terras provenientes desse ato criminoso a mando dos Diretores da CONTAG e MST, com isso o CNA convocou uma reunião de urgência para tratar desse assunto com rigor afim de defender todos os produtores rurais brasileiros, principalmente os que já estão sofrendo invasões em suas terras (há vários relatos de invasões e ao menos 3 estados do Brasil).

Foi feita uma votação que em decisão UNÂNIME, todos os presidentes (SENAR/Federação da Agricultura e Pecuária) de todos os estados brasileiros votaram a favor do Impeachment da Presidente Dilma e irão pressionar Deputados Federais dos respectivos estados para votarem a favor do Impeachment também.

reuniao

Imagens Reunião em Alagoas

A CNA publicou uma nota oficial em seu site com o seguinte texto:

   COMUNICADO OFICIAL

CNA DECIDE APOIAR O MOVIMENTO EM
FAVOR DO IMPEACHMENT DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

O Brasil está vivendo uma gravíssima crise econômica originada por reiterados erros de política econômica e pelo colapso fiscal promovido pela ação do atual governo.

A única saída para a recuperação do equilíbrio fiscal e para a retomada do crescimento econômico é a aprovação pelo Congresso Nacional de reformas que requerem a formação de amplas maiorias legislativas e grande consenso político.

Como resposta à crise política, o governo federal mobiliza para sua defesa apenas organizações radicais e minoritárias da sociedade, aprofundando divisões e separando as pessoas. Em recente ato político realizado no Palácio do Planalto, diante da presidente da República, um dirigente da Contag defendeu abertamente a invasão de propriedades rurais, incitando a violência como recurso de pressão política.

Posteriormente o próprio ministro da Justiça, a quem caberia o resguardo dos direitos fundamentais e da ordem pública, aprovou expressamente as palavras do dirigente sindical, considerando-as uma reação legítima.

O governo da presidente Dilma Rousseff dá seguidas mostras de não reconhecer nem compreender a verdadeira natureza dos problemas que afligem o País, nem revela disposição de enfrentá-los. Diante de tudo isto fica cada vez mais claro que a presidente da República não tem mais a autoridade política para liderar o processo de reformas nem a capacidade de voltar a unir os brasileiros.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), diante da manifestação dos representantes dos produtores rurais em todo o País e em consonância com a sociedade brasileira, decide apoiar o movimento em favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, conforme prevê a Constituição Federal e o Estado Democrático de Direito.

Brasília, 6 de abril de 2016
CONFEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO BRASIL (CNA)

Pra ver a nota acesse www.canaldoprodutor.com.br