Equipe do IMA monitora obras ilegais de contenção do avanço do mar

Fiscais do Instituto irão atuar no combate a intervenções que agravam o processo erosivo

8be8c1081fc3a7b60dd799531ed1890f_L
Habitações erguidas na costa alagoana estraram na mira do IMA. Foto: Ascom IMA

A equipe de Gerenciamento Costeiro do Instituto do Meio Ambiente (IMA), em ação conjunta com a gerência de Monitoramento e Fiscalização do órgão, deverá atuar, nos próximos dias, para combater as obras ilegais de contenção da erosão marinha. No início desta semana, técnicos do Instituto fizeram um levantamento fotográfico, durante sobrevoo entre Maceió e Maragogi, para identificar essas instalações.

Segundo Ricardo César, coordenador de Gerenciamento Costeiro do Instituto, durante a ação foram identificadas diversas intervenções ilegais, funcionando sem as aprovações necessárias dos órgãos ambientais competentes e sem nenhum estudo de impacto ambiental.

“Identificamos casos onde, além de não conter o avanço do mar, a obra ainda agrava o processo erosivo”, explicou Ricardo César.

As ações realizadas para contenção da erosão marinha têm sido tema de debates em todo o país e um dos principais objetivos do sobrevoo foi também buscar soluções adequadas para as áreas urbanizadas que estão sendo afetadas pelo fenômeno.

“Além disso, a equipe deve preparar um material com o que foi levantado para realizar um seminário nacional sobre erosão marinha/costeira em Alagoas”, disse o coordenador.

Periodicamente, os fiscais do IMA irão monitorar os locais onde há registro de avanço do mar. Os responsáveis pelos obras que forem encontradas implantadas de forma irregular, deverão responder processo administrativo no Instituto.

ascom_ima_20160408_2084667656

Elayne Pontual – Agência Alagoas