Feira do Peixe Vivo começa hoje (23) no Parque da Pecuária

Expectativa da Seagri é garantir a comercialização de dez toneladas de pescado nos dois dias da feira

adb5c7e925de1b08c7b602713e07074b_L

A nova edição da Feira do Peixe Vivo tem início nesta quarta-feira (23), às 7h, oferecendo 10 toneladas de todos os tipos de pescado para a Semana Santa do maceioense. A feira prossegue na quinta-feira (24), sempre das 7h às 13h, no Parque José da silva Nogueira, o Parque da Pecuária, no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió.

Esta será a primeira edição da feira em 2016 e, segundo o assessor especial da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca Aquicultura (Seagri), Edson Maruta, a expectativa é de que sejam comercializadas dez toneladas de pescado nesses dois dias, produzidos nos municípios de Maceió, Igreja Nova, Junqueiro, Teotônio Vilela e Jequiá da Praia.

“Temos o diferencial de oferecer um espaço limpo, higiênico, com manipulação de produtos dentro dos padrões. Também teremos um local reservado onde uma equipe de 12 profissionais fará a limpeza e processamento do pescado, sem custo adicional para o consumidor. Tudo isso garante um ambiente familiar, onde toda a família pode circular”, disse Maruta.

????????????????????????????????????

O superintendente de Aquicultura, da Seagri, Manoel Sampaio, lembra a importância da Feira do Peixe Vivo na cadeia produtiva do pescado de Alagoas na etapa mais crítica do processo: a comercialização. “Em 2015, a secretaria distribuiu mais de 1,8 milhão de alevinos para 2.600 famílias em assentamentos e pequenas comunidades rurais. Esse trabalho divulga a aquicultura familiar como forma de subsistência. Mas, além do consumo próprio, essas famílias precisam comercializar o excedente dessa produção. E esse é o papel principal da feira”, explicou o superintendente.

Em 2015, foram realizadas duas edições da Feira do Peixe Vivo, totalizando 18 toneladas de pescado comercializadas. No local, os consumidores poderão encontrar diversas variedades de pescado, como tambaqui, tilápia, carpa, surubim, pescada, serra, camarão, sururu, entre outras espécies, sempre com preços abaixo do mercado. A grande atração são os exemplares de tilápia, surubim e tambaqui que podem ser escolhidos ainda vivos.

De acordo com o secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, uma segunda edição da Feira do Peixe Vivo em 2016 está programada para o mês de setembro. “Essa é uma iniciativa estratégica do governador Renan Filho no sentido de oferecer uma nova Alagoas para o homem do campo, gerando mais oportunidade, renda e dignidade. Com isso, garantimos ainda um alimento de qualidade, saudável e barato para a população na Semana Santa”, disse Vasconcelos.

A Feira do Peixe Vivo conta com o apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Federação da Agricultura e Pecuária de Alagoas (Faeal), Federação dos Pescadores de Alagoas (Fepeal), Sebrae-AL, Instituto de Desenvolvimento Rural e Abastecimento de Alagoas (Ideral), Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) e Grupo Ferreira Hora.

SEAGRIPEIXE_03