Jogador alagoano Arthur Maia de 24 anos estava no avião da Chapecoense que caiu

img_1012

O jogador alagoano Arthur Brasiliano Maia, 24, estava no avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, que sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29). A família do atleta aguarda notícias oficiais sobre o estado de saúde dele.

“Ainda não temos nenhuma informação oficial. O que temos é o que está dando na TV. Não conseguimos contato com o empresário dele e nem com o clube para termos uma posição concreta. O que temos é que ele estava no voo”, afirma o tio do jogador, Willams Brasiliano.

Segundo o tio, a família reunida com a mãe do jogador na Ponta Grossa. “É um momento difícil porque não temos nenhum notícia oficial”, afirma.

O jogador saiu ainda criança do estado para jogar nas categorias de base de Salvador. Ele era jogador do Vitória e estava emprestado para a Chapecoense.

img_1011

Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Segundo informações do Bom Dia Brasil, o diretor de um hospital envolvido no socorro disse que apenas cinco pessos sobreviveram ao acidente. São eles: os jogadores Alan Ruschel, Danilo e Follmann, o jornalista Rafael Henzel e um comissário. Uma sexta pessoa chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no caminho para o hospital.

O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports, também está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.

Final de campeonato
O time da Chapecoense embarcou para a Colômbia na noite de segunda (28), para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, na quarta (30). Inicialmente, a delegação embarcou em um voo comercial de São Paulo até a Bolívia. Lá, o grupo pegou um voo da LaMia.

Em comunicado, o clube de Santa Catarina informou que espera pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana sobre o acidente.

Em seu perfil no Twitter, o Atlético Nacional lamentou o acidente e prestou solidariedade à Chapecoense: “Nacional lamenta profundamente e se solidariza com @chapecoensereal pelo acidente ocorrido e espera informação das autoridades”.

O primeiro jogo da decisão, marcado para esta quarta-feira (30), foi cancelado, segundo a  Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *