Juceal divulga números de empresas abertas e fechadas em março

Em Alagoas, foram registradas a constituição de 1.852 empresas e a extinção de 861 negócios

9161a26aaf1549661c201609c94dcbff_L
Total de empresas constituídas nos três primeiros meses de 2016 é 3,1% menor que o total registrado no mesmo período em 2015. Ascom/Juceal

Alagoas registrou a constituição de um total de 1.852 empresas em março de 2016. Por outro lado, no mesmo período, foram extintos 861 empreendimentos no estado. Em ambos os processos empresariais, a maioria dos quantitativos é representada pelos Microempreendedores Individuais (MEI), com 1.423 constituições e 616 extinções.

 

De acordo com dados da Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal), do total de criação de empresas, 312 negócios são considerados microempresas (ME); 74 são empresas de pequeno porte (EPP); e 43 são empresas sem porte. Quanto às extinções, foram baixadas 177 ME, 25 EPP e 43 sem porte.

 

Quando comparado aos dois primeiros meses do ano, o número de empresas constituídas apresentou um aumento de 6,53% em relação a janeiro e de 25,8% em relação a fevereiro. No que diz respeito às extinções, foi registrado, no período, um aumento de 24,15% se comparado a janeiro e de 20,44% se relacionado a fevereiro.

 

Entre as cidades que mais constituíram empresas no último mês, podem ser observadas Arapiraca, com 172 empresas constituídas; Rio Largo, com 47; e Palmeira dos Índios, com 47. A capital do estado, Maceió, que criou 882 empreendimentos em março, mantém a posição de município com mais constituições.

 

Quanto às baixas de empresas, há uma pequena mudança na ordem dos municípios com maiores quantitativos. Em março, foram extintas 413 empresas em Maceió, 81 em Arapiraca, 28 em Rio Largo e 17 em Penedo.

 

Em relação às seções de atividade, o seguimento de comércio ainda lidera com 884 empreendimentos abertos e 452 fechados. Seguidos pelo setor de indústria de transformação, com 205 empresas constituídas e 80 baixadas; e pelo setor de alojamento e alimentação, com 136 aberturas e 66 baixas.

 

O total de empresas constituídas nos três primeiros meses de 2016 é 3,1% menor que o total registrado no mesmo período em 2015. Em relação ao total de extinções, o número apresenta 307 empresas a mais do que no ano passado.

 

Nos levantamentos, foram analisadas as criações e as extinções referentes aos Números de Identificação do Registro da Empresara (Nire) dentro do banco de dados do órgão alagoano de registro. O estado possui um dos menores prazos do país para registro de constituição, alteração e baixa empresarial, de até 48h.

 

Aline Saphier – Agência Alagoas