Livro de professor alagoano recebe elogio de autor Aguinaldo Silva

\”O veneno nosso de cada dia\” tem como cenário principal igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, em Porto Calvo, apontada como a mais antiga do estado

382ea67211bc31270a45042aed6e13f4_L

Após receber o reconhecimento da crítica alagoana, “O veneno nosso de cada dia”, romance investigativo escrito pelo professor e técnico da 10ª Gerência Regional de Educação (Gere), em Porto Calvo, Severino Ramos Barbosa, recebeu elogios e recomendação do renomado autor de novelas da Rede Globo, Aguinaldo Silva, o qual classificou como um “thriller” alagoano, em sua página no Facebook.

Lançado na Bienal do Livro no ano passado, em Maceió, pela editora Viva, em 500 exemplares, o romance fictício tem como cenário principal a igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, em Porto Calvo, apontada como a primeira de Alagoas.

“Na igreja Mariz de Nossa Senhora da Apresentação, em Porto Calvo, a mais antiga de Alagoas, o padre Nilo Garrido celebra uma missa em Ação de Graça encomendada pelo prefeito e onze vereadores eleitos no último pleito. Após a missa, todos os presentes se dirigem ao Centro Comunitário Calabar, na Rua do Varadouro, para participarem de um coquetel oferecido pelos políticos empossados. Só que, minutos depois, um vereador, dos que estavam presentes tanto na missa quanto na festa, é encontrado morto no chão da sacristia da igreja. Este é o ponto de partida do romance “O veneno nosso de cada dia”, de Severino Ramos Barbosa, que conta de forma eletrizante a investigação do delegado Altino Barros para descobrir o autor do crime, que não deixou nenhuma pista. Leiam e confiram: é uma história alucinante do começo ao fim”, declarou Aguinaldo Silva.

De acordo com Severino Ramos, o livro destaca como temáticas a política, religião e o tráfico naquela região. Com mais de trinta anos de docência, ele declara a escrita com uma de suas paixões.

“A crítica está sendo ótima. A escrita preenche um vazio. Se não fizer, sinto que falta algo. Este foi o quarto romance escrito, mas o primeiro lançado. E já estou com outro em fase de conclusão, que será um romance rural”, declarou Severino.

Manuella Nobre – Agência Alagoas

09/07/16