Madri libera acesso de cães ao metrô

Animais poderão circular livremente com seus donos nos trens da capital espanhola, desde que cumpram regras básicas

Metrô de Madrid passa a permitir a entrada de cachorros acompanhados de seus usuários.
Metrô de Madrid passa a permitir a entrada de cachorros acompanhados de seus usuários.

Os donos dos cachorros que vivem em Madri, capital da Espanha, têm um motivo para comemorar: a partir desta quarta-feira, a cidade permitirá o acesso de cães à rede de metrô, podendo viajar sem custo adicional aos proprietários.

Para passearem de metrô, os animais deverão andar no último vagão do trem, usando focinheira e coleira com uma extensão inferior a 50 centímetros. Além disso, precisam estar identificados por meio de um microchip e respeitar a limitação horária estabelecida.

O acesso não será válido na hora do rush, quando há a maior quantidade de viajantes, pois poderia ser perigoso para os cidadãos e prejudicial aos cães. Por outro lado, durante os fins-de-semana, feriados e nos meses de julho e agosto, quando ocorrem as férias de verão, o acesso dos animais será livre.

Junto com a nova permissão, o metrô de Madri iniciou uma campanha informativa para explicar as condições de acesso dos cães à rede de transporte ferroviário. Em caso de descumprimento dos requisitos, estão previstas multas de até 200 euros (cerca de 735 reais).

Até hoje, com exceção dos cães-guia, os animais domésticos não podiam entrar no metrô da capital. Agora, Madri se equipara a cidades como Berlim, Lisboa, Bruxelas, Londres e à também espanhola Barcelona, que permite o acesso de cachorros desde 2014.

veja.abril.com.br