Mãe de garota que desapareceu quer respostas sobre morte

Ela também tenta entender o motivo da garota estar em Caldas Novas. Adolescente seguia na garupa de uma moto, quando foi atingida por um carro.

A mãe da adolescente Brenda Gabriela Cidral, de 16 anos, que desapareceu há cinco meses de Joinville (SC) e morreu em um acidente de moto em Caldas Novas, cobra respostas sobre a colisão que tirou a vida da filha. Rosane da Silva saiu do sul do país, onde a família mora, para liberar o corpo da garota e levar para a cidade natal. “Quero justiça. Quero saber quem foi que bateu na moto da minha filha e fugiu sem prestar socorro”, disse.

O acidente aconteceu na madrugada de domingo (7). Ela estava na garupa de uma moto acompanhada de outro menor, que não teve a identidade revelada. O veículo foi atingido por um carro, que fugiu em seguida. Ambos foram socorridos e levados ao hospital, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Já o rapaz sofreu lesões leves, recebeu atendimento e já foi liberado, constata o G1.

“Quando me ligaram falando do acidente, eu primeiro pensei que estava tudo bem e que eu ia buscar ela e cuidar dela. Mas depois me falaram da morte dela, me mandaram foto do RG e era ela mesmo. Agora só quero levar minha filha de volta para fazer o enterro”, desabafou a mãe chorando.

Rosane contou que durante esses cinco meses em que a filha esteve desaparecida, não teve qualquer notícia de onde a adolescente estava, como saiu de casa e nem os motivos de estarGoiás. “Ela nunca conheceu ninguém aqui. O rapaz que estava com ela disse que minha filha morava com ele há quatro meses, mas falei com ele muito rápido por Whatsapp, ainda quero falar melhor com ele entender o que realmente aconteceu”, explicou.

Por fim, também quer que o responsável pelo acidente que causou a morte de Brenda seja preso. “Falaram que no semáforo em que aconteceu a batida tem câmeras. Agora quero saber atrás de quem eu vou para conseguir essas imagens para identificar a pessoa. Não se foge assim abandonando as pessoas após um acidente. Quero que o responsável seja preso”, afirmou.

A mãe de Brenda chegou a Caldas Novas na madrugada desta segunda-feira (8). A liberação do corpo da adolescente do Instituto Médico Legal (IML) ocorreu por volta das 10h30. Em seguida, ele seguiu para uma funerária da cidade, onde permanecia por volta das 11h10.

08/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *