Marcos Pasquim é furtado em aeroporto, mas recupera mala

Marcos Pasquim é furtado em aeroporto, mas recupera mala

Marcos Pasquim passou por uma situação complicada na noite de sexta-feira (19). O ator chegou no aeroporto do Galeão, no Rio, e foi fazer o check in na máquina de uma companhia aérea quando teve sua mala furtada por duas mulheres.

Quando o ator, que já fez transplante capilar, percebeu já estava sem sua bagagem. Mas uma hora depois de acionar os seguranças do local, Pasquim teve a sorte de recuperar os seus pertences e usou o seu Instagram para agradecer. “Estou aqui pra agradecer a toda a Polícia Federal e a galera [segurança] aqui do aeroporto do Galeão. Eu fui furtado, levaram minha bolsa com todos os meus pertences, com tudo o que eu tinha dentro. Minha vida estava dentro da minha bolsa e eles trabalharam com total eficiência e em uma hora eles conseguiram achar as pessoas que me furtaram e eu estou com tudo de volta. Todos foram perfeitos”, contou o artista, que apesar da idade não perdeu seu posto de galã.

Segundo o Terra, a violência que tomou conta do Rio de Janeiro nos últimos tempos também tem feito reféns na classe artística. Que o diga Aguinaldo Silva. No final do ano passado o novelista teve um cordão de ouro roubado enquanto passeava pelas ruas de Copacabana, o bairro mais turístico da cidade.

Depois do assalto o dramaturgo desabafou nas redes sociais: “Ontem dei minha contribuição para o progresso das comunidades carentes. Deixei que um dos seus representantes fugisse com o cordão que ele arrancou do meu pescoço. Fiquei friamente parado na esquina de Nossa Senhora de Copacabana com Sá Ferreira, na subida do Morro do Cantagalo, a observar o que acontecia como se não fosse eu a vítima”, disse. E detalhou: “Participaram da ‘operação’ dez criaturas (vamos chamá-los assim, mas com a devida ressalva). No máximo venderão o meu cordão de ouro vagabundo por 50 reais, o que dá 5 reais para cada um – menos que um café no Starbucks. Ou seja: tanto esforço pra nada”.

21/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *