Ministério assume gestão de 450 imóveis em aeroportos brasileiros

Medida facilitará processo de concessão dos aeroportos, assim como investimentos nos aeroportos regionais

Ministro Quintella.

Mais de 450 imóveis da União, localizados em 150 aeroportos, que estavam sob gestão formal do Comando da Aeronáutica (Comaer) passarão a ser administrados pelo Ministério dos Transportes.

A medida foi autorizada por Instrução Normativa assinada, nesta quinta-feira (11), pelos ministros dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, e o do Planejamento, Dyogo Oliveira.

A medida vai facilitar e acelerar os processos de concessão de áreas aeroportuárias, estratégicas para o setor por questões operacionais e de expansão aeroportuária (pista, pátio, terminal de passageiros, carga etc.), mas também pelo grande potencial para exploração imobiliária e comercial, que estão entre as principais fontes de receita dos aeroportos.

“A gestão e conhecimento da situação patrimonial desses bens facilitará os processos de concessão dos aeroportos, bem como investimentos nos aeroportos regionais”, informa o ministro Quintella. Entre esses imóveis, há endereços em todos os grandes terminais do País.

Parte significativa dessas áreas é utilizada para o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários (hotéis, shoppings, estacionamentos, hospitais, lojas etc.), o que desperta grande interesse do mercado pelo setor aeroportuário, viabiliza investimentos nos aeroportos e melhora a qualidade dos serviços prestados ao passageiro.

“Os aeroportos modernos são administrados assim, são grandes centros de convivência e de gestão de negócios no mundo todo. O aeroporto precisa reunir alternativas de alimentação, compras, hospedagem, negócios e diversas facilidades e serviços. O grande objetivo de criar aeroportos mais modernos é ter passageiros mais satisfeitos”, afirma o ministro Quintella.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *