Moro manda Zé Dirceu sair de tornozeleira

Moro manda Zé Dirceu sair de tornozeleira

O juiz Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, determinou, nesta quarta-feira (3), que o ex-ministro José Dirceu deixe a prisão com uso de tornozeleira eletrônica, além de estar proibido de deixar a cidade de Vinhedo, em São Paulo. O ex-ministro também terá que entregar o passaporte à Justiça.

De acordo Moro, após a entrega do documento, Dirceu poderá se apresentar à Justiça para colocar a tornozeleira,confirma o G1.

O juiz também proibiu que o ex-ministro tenha contato ou que se encontre com outros réus ou testemunhas de três ações penais da Lava Jato.

Dirceu foi condenado 2 vezes na Operação Lava Jato e cumpria prisão preventiva (sem prazo determinado) por ordem de Moro desde agosto de 2015, sob a alegação de que havia risco de cometimento de novos crimes. A medida, entretanto, foi revogada nesta terça-feira (2) pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão do juiz foi protocolada no sistema eletrônico da Justiça Federal do Paraná às 11h48.

Veja as condições impostas por Moro

  • Proibição de deixar a cidade de seu domicílio, em princípio, Vinhedo/SP;
  • Proibição de se comunicar, por qualquer meio ou por interpostas pessoas, com os coacusados ou testemunhas três três ações penais da Lava Jato;
  • Comparecimento a todos os atos do processo e atendimento às intimações, por telefone, salvo se dispensado pelo Juízo;
  • Proibição de deixar o país;
  • Entrega em Juízo de seus passaportes brasileiros e estrangeiros.

Moro afirmou que não estipulou fiança porque há ação de sequestro de bens contra Dirceu. “Seria oportuna a exigência de fiança para garantir a presença do condenado nos atos do processo, a futura execução da pena, bem como o ressarcimento dos cofres públicos pela propina comprovadamente recebida nos casos já julgados. No entanto, já há ação de sequestro proposta contra o condenado na qual foram submetidos à constrição alguns bens de seu patrimônio em seu nome e em nome de pessoas”.

Conforme o juiz, caso Dirceu queira morar em outra cidade, a defesa deverá informar e solicitar a mudança à Justiça.

03/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *