Odebrecht teria pago caixa 2 para campanhas de Alckmin, afirma jornal

As primeiras informações vindas da delação premiada dos executivos da Odebrecht começam a sair para o público. Nesta sexta-feira (9), o jornal Folha de S.Paulo traz a notícia de que a empreiteira teria pago caixa dois, em dinheiro vivo, para as campanhas de 2010 e 2014 de Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo.

De acordo com a Folha, os executivos da empreiteira teriam mencionado duas pessoas próximas ao governador como responsáveis por intermediar os repasses. As duas não teriam discutido o assunto diretamente com o governador de São Paulo.

No total, segundo a publicação, R$ 2 milhões em espécie teriam sido repassados ao empresário Adhemar Ribeiro, irmão de Lu Alckmin, primeira-dama do estado de São Paulo. Já em 2014, na reeleição do governador, um dos operadores, de acordo com a empreiteira, era o hoje secretário de Planejamento do governo, Marcos Monteiro.

A Folha afirma ainda ter procurado o governador, que por meio de sua assessoria de imprensa afirmou que “é prematura qualquer conclusão com base em informações vazadas de delações não homologadas”.

 

Yahoo

09/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *