Polícia Militar irá acompanhar as equipes do Samu em Maceió

samu
Uma parceria entre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Militar de Alagoas (PM) será feita para realização de atendimentos de alto risco em Maceió.

O acordo surgiu após socorristas do Samu serem impedidos de realizar um atendimento clínico por criminosos. Segundo o supervisor do Samu, Lucas Casado, essa medida é preventiva, com objetivo de garantir a segurança das equipes.

“Em muitas ocorrências é necessária a presença da PM, principalmente quando se tratar de vítimas de arma de fogo ou arma branca”, afirmou Casado.

De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), uma guarnição da PM será informada nas ocorrências necessárias de apoio policial. O acompanhamento é voltado para os casos psiquiátricos, para clínicos em locais de difícil acesso e os que são relacionados à crimes.
G1 AL