Policial acusado de matar adolescente negro nos EUA se entrega às autoridades

Policial acusado de matar adolescente negro nos EUA se entrega às autoridades

Um policial americano, suspeito de matar há uma semana um adolescente negro atirando contra um carro cheio de jovens que saíam de uma festa, se entregou na sexta-feira e foi formalmente acusado de homicídio, anunciaram as autoridades.

Roy Oliver, de 37 anos, um policial branco, dirigiu-se em 29 de abril na companhia de um colega a Balch Springs, nos arredores de Dallas, depois de ser alertado sobre a presença de menores de idade bêbados, informou o Dallas Morning News, conforme o Terra.

Jordan Edwards, de 15 anos, e outros quatro jovens saíam de uma festa em um carro quando Roy Oliver disparou contra o veículo, atingindo o adolescente na cabeça, de acordo com a imprensa.

Desde então, o policial estava foragido.

Segundo as autoridades locais, Roy Oliver acabou por se entregar e foi notificado da acusação de homicídio por um juiz do Texas na prisão do condado de Weatherford, cerca de 60 km a oeste de Dallas.

Contudo, o policial foi liberado depois de pagar fiança de US$ 300.000, indicaram as fontes.

Segundo a imprensa local, Oliver foi afastado da polícia.

Ray Oliver “teve a intenção de infligir ferimentos graves e cometer um ato colocando claramente em perigo a vida de outros”, considerou o escritório do xerife local em um comunicado, anunciando a acusação contra o agente.

Inicialmente, autoridades da polícia haviam indicado que Roy Oliver tinha atirado porque o veículo estava recuando em direção a ele de forma agressiva. Mas esta versão finalmente caiu por terra após a revelação das imagens da câmera em seu uniforme da polícia, que mostraram o carro se afastando quando Jordan Edwards é atingido.

Os casos de violência policial contra negros têm abalado os Estados Unidos nos últimos anos. De acordo com uma contagem do Washington Post, Jordan Edwards é o mais jovem entre as 339 pessoas mortas pela polícia americana desde o início deste ano.

06/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *