Primeiro dia de vacinação contra H1N1 tem atraso e filas em Maceió

fila
Muitas pessoas aguardam a distribuição da vacina em supermercado de Maceió (Foto: Michelle Farias/G1)

O primeiro dia de vacinação contra a gripe H1N1 é marcado por longas filas em Maceió. Na manhã desta segunda-feira (18), houve atraso na entregas em alguns pontos de vacinação, o que causou reclamações.

Em um posto volante de um supermercado em Cruz das Almas, teve gente que chegou cedo e, às 9h30, ainda aguardava a chegada da vacina. A aposentada Maria Lúcia Silva disse que chegou às 7h30 e reclamou do atraso. “Estava previsto para 8h, mas já são mais de 9h e as doses não chegaram. Um absurdo”, reclama.

Ingrid Cristine foi com a filha recém-nascida para tomar a vacina. “Não achei que a fila estaria tão grande. Mas tenho que ficar protegida”, diz.

Outras unidades de saúde também registram atraso. No posto Geraldo Melo, no Bom Parto, funcionários informaram que houve um atraso e as doses estavam previstas para chegarem por volta de 19h.

De acordo com a Prefeitura de Maceió, o atraso na entrega das vacinas foi provocado por causa do trânsito da capital.

Pontos de vacinação
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, na quinta-feira (21), o calendário e os locais de vacinação nas unidades de saúde de Maceió que vão atuar contra o vírus da gripe H1N1.

A Coordenação do Programa de Imunização da SMS informa que está lotando profissionais extras nos postos de maior demanda, e ressalta que pode haver redução de atendimento em algumas unidades por conta da greve dos servidores.

Além das unidades de saúde, a vacinação vai acontecer nos maiores shoppings da capital e em supermercados, conforme a tabela abaixo.

LOCAL DE VACINAÇÃO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO SEGUNDA A SEXTA
(25/04 a 20/05)
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
SÁBADO
(30/04 a 16/05)
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
DOMINGO
(01, 08 e 15/05)
Supermercado Super Giro (Trapiche) 08 às 20h 08 às 20h 09 às 15h
Maceió Shopping 09 às 21h 10 às 22h 14 às 20h
Supermercado G Barbosa (Cruz das Almas) 08 às 20h 08 às 20h 09 às 15h
Parque Shopping —————— 10 às 22h 14 às 20h
Hiper Bompreço (Gruta) 09 às 21h 09 às 21h 08 às 20h
Shopping Pátio 09 às 21h 10 às 22h 14 às 20h

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai priorizar crianças, gestantes, mulheres que deram a luz em até 45 dias, idosos e indígenas.

Crianças de seis meses a menores de cinco anos que receberam uma ou duas doses da vacina influenza sazonal em 2015, devem receber uma dose em 2016. Também deve ser considerado o esquema de duas doses para as crianças de seis meses as menores de nove anos de idade que serão vacinadas pela primeira vez, devendo-se agendar a segunda dose para 30 dias após a 1ª.

Todas as gestantes em qualquer idade gestacional estão dentro do grupo prioritário. Mulheres no período até 45 dias após o parto estão incluídas no grupo alvo da vacinação. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período da vacinação.

Trabalhador da área de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade também têm de ser imunizados. A vacinação para essas pessoas já aconteceu durante a última semana.

Indivíduos com 60 anos ou mais deverão receber a vacina. Povos indígenas a partir de seis meses de idade também devem ser imunizados.

Segundo a SMS, devem ser vacinadas pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente de idade, conforme determinação do Ministério da Saúde.

Essa população precisa levar um atestado do médico expondo à sua situação que deverá ficar de posse do vacinador para anexar o relatório diário entregue à SMS.

Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Caso no local do atendimento onde são atendidos regularmente não tenha um posto de vacinação, devem buscar a prescrição médica na próxima consulta onde estiver agendada, visando garantir esse documento.

Pacientes que são atendidos na rede privada ou conveniada, também devem buscar a prescrição médica e apresentá-la nos postos de vacinação.

Para maiores informações ligar 3315-5231 – Coordenação do Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria Municipal de Saúde, de segunda a sexta, no horário das 8 às 15h.

G1