Professora é morta a tiros em frente a escola

professora

Uma professora foi morta a tiros, na noite desta terça-feira, em frente a um colégio em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo informações de policiais militares do 15º BPM (Duque de Caxias), Marta Ribeiro dos Santos Alves da Silva, de 51 anos, foi baleada por bandidos que passaram pelo local. A vítima havia acabado de sair da Escola Municipal Fuzileiro Naval Eduardo Gomes de Oliveira, no bairro Jardim Anhangá, onde dava aulas há cerca de 20 anos. Por causa da morte, a unidade suspendeu as atividades nesta quarta-feira.

Logo após o crime, ocorrido por volta das 20h, alunos e funcionários da escola se reuniram no local onde Marta foi morta. O clima no local, segundo os PMs, era de comoção. Parentes da professora também estiveram em frente à escola. Equipes do 15º BPM fazem buscas à procura dos suspeitos que balearam Marta. Agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) fizeram uma perícia no local do crime.

Há duas versões para a morta da professora até o momento: uma de que os criminosos teriam tentado roubar o Ônix azul dela. Mas a polícia também não descarta a possibilidade de os bandidos terem passado pelo local atirando, sem sequer anunciar qualquer crime.
Nas redes sociais, dezenas de pessoas postam homenagens a Marta. “É muito triste saber que quem fez essa barbaridade está por aí solto. Tirou a vida de uma pessoa do bem, com o coração enorme. Mas prefiro acreditar que, se ela foi hoje, é porque Deus precisava dela neste momento… Ela é irmã do meu padrasto e, mesmo estando longe nós, sentimos muito pelo seu marido e toda família! Descanse em paz e, se a justiça não for feita aqui na terra, diante de Deus esse miserável não vai escapar”, diz uma das mensagens.

EXTRA