Ranking negativo: saiba quais são as empresas campeãs de reclamações

99126d6b-50c0-47f8-a233-bc8581a1d326
Claro S.A. tem 1393 reclamações

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor Alagoano (Procon/AL) realizou um levantamento das dez empresas mais acionadas neste ano. As firmas que lideram o topo da lista prestam serviços bancários e de telefonia, é o que aponta o Sistema de Informação Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec).

 Até às 11h da quarta-feira 30 de dezembro, o órgão havia recebido 35.952 reclamações de consumidores insatisfeitos. Ocupando a primeira posição do ranking das empresas mais acionadas, aparece a Claro S.A. com 1393 reclamações. Logo em seguida, Caixa Econômica Federal apresenta 1377 ocorrências. Na terceira colocação, TNL PCS S/A (Oi) contabiliza 1.004 reclamações.

 Segundo o assessor jurídico do órgão, César Caldas, as reclamações nas empresas referem-se a práticas abusivas, venda casada e cobranças indevidas. “As lojas de varejo também se destacam no ranking, principalmente por atraso da entrega da mercadoria, ou vício de produto”, complementa.

 O relatório também informou que o Procon de Alagoas realizou cerca de 35 mil atendimentos de consumidores ao decorrer do ano. Para a superintendente do Procon/AL, Flávia Cavalcante, uma das funções do órgão é dialogar com as empresas mais acionadas para diminuir o número de reclamações e assegurar os direitos do consumidor.

 “Diante de uma grande demanda de denúncias, surge a necessidade de convocar os representante das empresas para que a resolução dos problemas seja mais eficiente”, afirma Flávia Cavalcante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *