Secretário de Turismo define ações para a região do São Francisco

Novas placas de sinalização turística serão colocadas nas rodovias nos próximos 30 dias

d6e07873164fb4b3622b53537a28d3fd_L

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, esteve, na última terça-feira (12), em um encontro com associações e secretários municipais de turismo da região Caminhos do São Francisco, para discutir melhorias e soluções para o turismo da região.

Durante a reunião, foram apresentadas as novas placas de sinalização da rodovia, feitas pela Sedetur, que facilitam a chegada do turista à região. Num total de 15 placas, o Caminho começará a ser indicado a partir do município de São Miguel. Além disso, entrou em pauta a capacitação da mão de obra local.

“O que devemos perceber, em primeiro lugar, é uma mudança de postura do Governo do Estado em relação ao Turismo. A nossa política hoje é regionalizar o turismo – Alagoas é muito mais que Sol e Mar. O Estado tem uma riqueza cultural imensa, produtos turísticos únicos. A região Caminhos do São Francisco é, sem dúvidas, uma das mais promissoras para o Turismo de Alagoas”, afirmou Helder Lima.

O secretário ouviu as sugestões de guias, moradores e empresários do trade turístico local e falou da necessidade de estruturar melhor o destino, com a chegada de um hotel âncora, que tenha força para trazer outros investimentos, além da criação de um voo entre Maceió e Paulo Afonso, que já está sendo articulado pela Sedetur, para aumentar o fluxo de turistas para a região.

“Queremos entregar ao turista uma experiência única, para que ele possa diferenciar Alagoas de qualquer destino do Nordeste”, completou.

Caminhos do São Francisco

 A região do Arranjo Produtivo Local (APL) Caminhos do São Francisco abriga 12 municípios alagoanos, do cânion à foz, e recebe mais de 1 milhão de pessoas todos os anos, segundo empresários do turismo local.

Manoel Foguete, empresário natural de Aracaju, começou a trabalhar com turismo na região há 20 anos, com um catamarã que transportava 60 pessoas. Hoje, Foguete transporta 170 mil pessoas por ano em seus barcos, lanchas rápidas e helicópteros.

“Escutamos o turista. Soubemos ouvir as suas necessidades e, dessa forma, conseguimos melhorar o nosso trabalho e fazer um turismo de qualidade”, disse Manoel que acredita haver, pelo menos, mais 30 novos produtos turísticos a serem formatados na região.

A Sedetur fechou, ainda, uma parceria com o Parque Shopping e fará,  no próximo mês, uma exposição sobre a região Caminhos do São Francisco em diversos shoppings da rede.

Cecilia Tavares – Agência Alagoas

13/07/16