Temer irá a aeroporto, mas não ao estádio para funeral da Chapecoense

Segundo assessoria da presidência, haverá cerimônia com honras militares. Chegada dos corpos em aviões da FAB está prevista para as 8h de sábado.

caixoes-aviao-chape1

O presidente Michel Temer não participará neste sábado (3) da homenagem às vítimas do acidente aéreo da Colômbia na Arena Condá, informou a assessoria de imprensa da Presidência da República. Temer deve recepcionar os corpos das vítimas e participar de uma cerimônia com honras militares no aeroporto de Chapecó, no Oeste catarinense.

O avião que levará o presidente a Chapecó deverá decolar de Brasília antes das 6h da manhã deste sábado (3), em uma viagem que deve durar 1h45. A previsão é de que ele esteja em solo 40 minutos antes do horário previsto para a chegada dos corpos, estimada para as 8h no aeroporto de Chapecó. Três aeronaves da FAB partiriam da Colômbia na noite desta sexta-feira (2) levando as vítimas brasileiras da tragédia.

A presidência não confirmou quais autoridades devem acompanhar Temer.

Veja íntegra da nota da presidência
O presidente Michel Temer participa, na manhã deste sábado, no aeroporto de Chapecó, da Cerimônia de Honras Fúnebres em homenagem às vítimas do acidente com o avião que transportava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol e jornalistas para a partida contra a equipe do Atlético Nacional de Medellin.

Durante a cerimônia, o Presidente da República vai entregar às famílias a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao País por todos os que estavam naquele vôo.

Recusa a suposto convite
O pai de um dos jogadores mortos no acidente aéreo com o time da Chapecoense disse ter recusado um suposto convite para participar de uma homenagem às vítimas na manhã deste sábado (3), na chegada dos corpos ao aeroporto de Chapecó, com a presença do presidente Michel Temer. Segundo Osmar Machado, de 66 anos, a cerimônia acontece antes do velório coletivo na Arena Condá, estádio do time.

O pai havia entendido que deveria ir ao aeroporto recepcionar Temer enquanto os corpos ficariam na Arena Condá –mas o procedimento não será esse.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira que Temer recepcionará os 50 corpos da delegação da Chapecoense no aeroporto da cidade.

Segundo o ministro, o presidente chegaria ao local por volta das 7h45 deste sábado. A informação não foi confirmada pelo Palácio do Planalto. O primeiro dos três aviões com os corpos das vítimas está previsto para pousar na cidade catarinense às 8h.

A reportagem também procurou a Chapecoense, que também participa da organização das homenagens, mas o clube afirmou não ter informações sobre o caso.

Medalha do Mérito Desportivo
O governo federal concedeu nesta sexta-feira (2) a Medalha do Mérito Desportivo à Chapecoense e às vítimas do acidente aéreo do último dia 29, em Medellín (Colômbia).

A medida foi publicada em uma edição extra do “Diário Oficial da União” e é assinada pelo presidente Michel Temer e pelo ministro do Esporte, Leonardo Picciani.

O avião que levava a Chapecoense a Medellín caiu na madrugada de terça-feira. Ao todo, 71 pessoas, entre atletas, jornalistas e tripulação, morreram, e seis sobreviveram.

g1

02/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *